Surpresa!!!

Para amigo João Celorico, a Aldeia da minha vida oferece este blogue, para dar voz às suas palavras simples e singelas, e colocar lá no alto vivências mágicas vividas, com a sua terra no coração.

Se é por falta de tempo...ou de conhecimentos para mexer no blogue, não há mal nenhum nisso! Envie as suas criações poéticas e nós teremos todo o gosto em publicar aqui!

A casa já tem amigos: 6 seguidores, incluindo eu! Entre na sua casa e veja os comentários que alguns de nós deixámos!

Atenciosamente, Susana

Um blogue cheio de poesia, com cheirinho a saudades de uma terrinha raiana, a Salvaterra do Extremo...e não só!

Blogagem colectiva

Blogagem colectiva
Na minha terra come-se bem!

Blogagem Colectiva

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Blogagem Colectiva "Na minha terra come-se bem"

Terminada a Blogagem dedicada ao tema “Na minha terra come-se bem”, verificada a votação dos vários textos e a apreciação do júri, foram os seguintes os resultados:

Votação

- Fernanda Ferreira : “Debulho de Sável”, 84 votos
- Catarina Price Galvão: “Come-se bem em Monsanto “aldeia mais portuguesa”. Aldeia tão portuguesa”, 25 votos
- Sandra Andrade: “O maravilhoso parque de Jaraguá do Sul”, 21 votos
- Manuela : “Na minha aldeia”, 14 votos
- António Regly : “Feijoada à Brasileira”, 9 votos
- Alcinda Leal : “Manjares dos deuses”, 5 votos
- “Cusca Endiabrada : “Mexilhões machos”, 5 votos
- Pascoalita : “Grelos à pobre”, 5 votos
- Acácio Moreira : “Nas Beiras, come-se bem…”, 3 votos
- Dina : “Sabores de saber herdados, passados de mãe para filha”, 3 votos
- Dina : “Sabores de saber herdados. Açorda alentejana”, 2 votos
- Henrique Antunes Ferreira : “A cozinha morena da “minha” Goa”, 1 voto
- Joana : “Eu e as panelas”, 1 voto
- João Celorico : “Na minha terra, come-se…”, 1 voto
- Artur Couto : “Na minha terra come-se bem”, 0 votos
- Júlia Galego : “Sopa de beldroegas”, 0 votos

Prémio de Melhor Texto – Fernanda Ferreira, com o texto “Debulho de sável”
Prémio de Melhor Bloguista: Elvira Carvalho
Prémio de Melhor Comentário : Acácio Moreira

As minhas felicitações vão para todos os participantes, comentaristas incluídos e, em especial, para os vencedores.

Desta vez e por motivos óbvios, devidamente explicados no meu outro blogue ( “Salvaterra e eu” ), apenas agradeci os comentários ao meu texto e elaborei uns versos que aqui transcrevo:

Eh, pá! Há, aqui, cada manjar!
Alguns, é de “enfarta brutos”!
Mas, cá estou, para os ajudar.
Tomem lá, meus sais de frutos!

Num Mundo tão esfomeado
e tanta gente a morrer,
na blogagem, engraçado,
é tudo a falar de comer!

Por isso, cá bem no fundo,
eu gostava mesmo de saber,
será que a fome no Mundo
é coisa para se esquecer?

E esta! Eu não consigo,
nem posso, ficar calado!
Ó António, caro amigo,
a gula já não é pecado?

Se, por acaso, ainda for,
não fique tão assustado!
Peça perdão ao Senhor!
Por mim, está perdoado!

Pr’ó que me havia de dar,
nesta blogagem da Aldeia,
eu vir para aqui comentar
mas, de barriga bem cheia.

Mas, afinal, quem sou eu?
Qual é, então, o meu nome?
-:Sou alguém que já comeu
e agora já não tem fome!

Igualmente coloquei um verso no texto de Catarina Price Galvão: “Come-se bem em Monsanto “aldeia mais portuguesa”. Aldeia tão portuguesa”, onde coloquei o meu voto:

Mesmo sem nada comentar
vou deixar um voto. Só!
Por isso aqui vai ficar,
na terra da minha avó!

E, foi tudo quanto à minha participação nesta blogagem!

2 comentários:

  1. Caro João Celorico:
    Não esperava um poema dedicado à minha pessoa!

    Pois olha, não bebi jeropiga, mas estiveste lá perto! Brindei com o vinho do Porto do meu pai, que é uma delícia! A castanha não a apanhei, mas deram-me lá na Expo-Mêda, a propósito do magusto. Foi febras, vinho, castanhas e uma enorme bicha prontinha a lanchar tais petiscos!

    E não se preocupe, podes ter chegado atrasado, mas o que interessa é a intenção! Agora é a sua vez de nos revelar aqui, qual é o teu dia de festa!

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Olá Susana!
    Será que pensava não merecer um poema?
    Essa auto estima anda um bocadito por baixo...
    Espero que o poema não esteja muito desajeitado!
    Eu também pensava não merecer um blogue a mim dedicado e agora tenho dois!

    Eu sempre penso que vale mais tarde que nunca. Por isso não sou eu que chego atrasado, os outros é que, às vezes, se adiantam! No entanto, faço sempre por chegar a horas!

    Quanto ao meu dia de festa, já no meu outro blogue ("Salvaterra e eu") eu digo que sou do signo Peixes. Agora, posso adiantar que é no dia de São Marino!

    Com amizade,
    João Celorico

    ResponderEliminar

Seguidores

Acerca de mim

Lisboa, Portugal
Beirão de raiz mas quase só isso. Interessado em tudo quanto tenha interesse. Bloguista acidental. Amigo do seu amigo.